Conheça um dos símbolos mais misteriosos do Egito

0
41

Muita gente esquece, mas o Egito é uma nação milenar. Com uma história que remonta há milhares de anos, existem muitas curiosidades sobre a região. A começar pelas grandes pirâmides que muita gente acredita serem impossíveis de terem sido criadas por humanos, ainda mais em uma época com uma tecnologia arcaica como era o Egito antigo.

Outro fato curioso do Egito são os símbolos que chegaram até a nossa época moderna. Um desses símbolos se tornou a tatuagem preferida de pessoas que nunca pisaram sequer no Egito, o olho de horus. Esse símbolo tem diversos significados, mas o mais comumente aceito é que ele representa o poder e a proteção do Deus dos Faróis, que lhe dá nome, Hórus.

Diz a lenda que Hórus era o mais poderoso dos deuses e que seus olhos representam o sol, o olho esquerdo, a lua, o olho direito. Entretanto, após uma batalha contra Set, seu inimigo mortal, ele teve seu olho esquerdo arrancado, ou seja, o sol foi tomado por set. No lugar do olho, um amuleto foi criado para simbolizar o sol.

Em vida, o uso dos olhos de Hórus significava que a pessoa queria se livrar do mau olhado. Era uma forma de se proteger a inveja. Porém, o olho de Hórus também era usado no corpo dos mortos, como uma espécie de passagem para o além, como uma forma de proteger a alma contras as dificuldades que encontraria no outro plano, como acreditavam os egípcios.

Outros significados do olho

Existem outras explicações para o olho de hórus. Alguns acreditam que o olho esquerdo é a representação física da metafísica, como os sentimentos humanos que não podem ser medidos, exemplo, a intuição, a compaixão, o amor. Muitos acreditavam que se tratava do lado feminino de hórus, justamente por conta desse sentimentalismo que envolvia o olho esquerdo. Além disso, o fato do olho estar relacionado com a lua também é um indício disso.

Já o olho direito era a representação física do objetivo, responsável pela compreensão do mundo material, do mundo das letras e dos números, portanto, voltado para o universo masculino, conforme a compreensão dos egípcios à época. Pode parecer uma explicação vaga e sem significado para nós, porém, para quem vivia no Egito Antigo, isso explica muitos dos fenômenos naturais que a ciência rudimentar ainda não conseguia explicar.

O outro lado da história

Outras religiões fundamentalistas, talvez como forma de criminalizar os egípcios e justificar a sua colonização, passaram a defender que o mito de hórus era, na verdade, um símbolo maligno que precisava ser combatido. Por conta dessa linha de argumentação, em várias seitas e crenças anti eclesiásticas, o olho de hórus foi adotado como símbolo de resistência contra a opressão da Igreja e do poder que o catolicismo começou a empreender no mundo nos séculos seguintes. Até hoje é possível encontrar pessoas que fazem tatuagens na pele representando o olho de hórus como forma de reivindicar esse passado de resistência da cultura africana que sofreu muito com a colonização dos Europeus, muitos deles cristãos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui